Hipnoterapia

Hipnose é um estado modificado de consciência. A hipnoterapia usa um estado de consciência modificado, conhecido como transe, para tratar problemas emocionais.  Os estágios hipnóticos são caracterizados por um estado de relaxamento ou num estado focado, no qual o indivíduo se permite entrar, se assim desejar.

 

As sugestões do hipnoterapeuta são dadas diretamente para a parte da mente conhecida como Inconsciente. Sob a hipnose, o consciente, a parte racional do cérebro, é temporariamente ignorada, deixando a parte do inconsciente que influencia as funções físicas e mentais, mais receptiva à terapia.

O inconsciente é a fonte de muitos dos nossos problemas. Nossas crenças, hábitos e comportamentos estão guardados nessa parte do cérebro. Por outro lado, a mente inconsciente é uma enorme fonte de forças desconhecidas e de conhecimentos não utilizados.

 

A hipnoterapia é uma técnica efetiva para acessar o inconsciente, a chave para libertar nosso potencial, mudar hábitos ou comportamentos indesejados e encontrar soluções para nossos problemas e preocupações. Por meio das técnicas da hipnoterapia, é possível estabelecer as razões para os problemas e dar sugestões para o inconsciente resolvê-los.

 

 

001.jpg
1df73b13-cbf1-420e-a087-6be7f79ebbe01.jpg

Que tipos de problemas podem ser resolvidos por meio da hipnoterapia?

 

A hipnoterapia pode tratar muitos problemas, como bloqueio para aprender idiomas, dependência química, dores crônicas, síndrome do pânico, medo de falar em público e fobias em geral, transtorno obsessivo compulsivo, falta de autoestima, problemas de memória, ejaculação precoce, estresse, problemas de relacionamento, entre outros.

 

Qualquer pessoa pode fazer hipnoterapia?

 Nem todas as pessoas podem fazer hipnoterapia. Por exemplo, os deficientes auditivos não conseguiriam ouvir os comandos do hipnoterapeuta, portanto não seria possível. Pessoas com doenças mentais, como esquizofrenia e surtos psicóticos não têm indicação para o procedimento.

 

Como tudo começa?

 

A primeira tarefa do hipnoterapeuta é estabelecer o rapport com o cliente. Mas, o que é rapport? É uma palavra de origem francesa que significa relação. No contexto da hipnoterapia, o rapport é útil para gerar empatia e criar uma relação de confiança, deixando o cliente mais aberto e receptivo à terapia. O hipnoterapeuta vai incentivar o cliente a falar sobre seu problema, preocupações, etc. Depois vai levantar o problema e planejar o procedimento.

 

A vantagem da hipnoterapia é que os resultados aparecem de forma mais acelerada quando comparados com as terapias convencionais. Em algumas sessões é possível, por exemplo, eliminar o medo de andar de avião ou eliminar o bloqueio para aprender uma nova língua. Também é possível acessar momentos dolorosos e dar um novo significado para as experiências ruins.